Menu fechado

Por Ana Claudia de Souza Andrade e Laura Helena França de Barros Bittencourt

Castração convencional e pediátrica em felinos: revisão de literatura

Veja observações detalhadas das duas modalidades de castração, que vão te ajudar a orientar da melhor forma possível, o tutor de gato

Testículos de um gato macho após cirurgia - Foto:IstockPhoto/ YJPTO

Ganho de peso está relacionado à queda de metabolismo dos pets castrados e pode ser controlado com dieta e exercícios

A forma mais eficaz do controle populacional de cães e gatos é sem dúvida a castração.

Feita de forma precoce há décadas em outros países, no Brasil essa prática vem sendo utilizada há pouco tempo, sendo por isso ainda pouco utilizada entre os médicos veterinários de várias partes do nosso país. Questiona-se desde os benefícios e malefícios que possivelmente a castração precoce pode trazer, quanto quão precocemente ela pode e deve ser feita. O que tem gerado atualmente um crescente interesse nessa modalidade de castração, tanto por parte dos profissionais, quanto por parte dos proprietários de animais, e com isso uma busca por informações e artigos científicos que versem sobre tal tema.

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *